pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Reportagens
Reportagens
voltar

Assunto: Revista Potência - Abril 2020
13.05.20
|
Mais inteligente e acessível
São Paulo – Advento da internet das coisas e redução gradativa dos preços tendem a contribuir para o processo de evolução do mercado de automação predial

São Paulo – Automatizar significa integrar sistemas, tornando essas soluções intuitivas ao usuário. Podem ser automatizados alarmes, câmeras, mídias audiovisuais, dispositivos de iluminação e equipamentos de climatização e de controle de acesso, entre outros recursos.

A implantação desse tipo de incremento é factível para ambientes diversos, como residências, áreas comuns de condomínios e edificações de uso comercial ou corporativo, tais como salas de reunião, lojas, clínicas e escolas.

Com a maior disponibilidade de tecnologias e uma significativa redução dos custos, é cada vez maior número de pessoas que interagem com algum nível de automação no trabalho ou em casa.

Os benefícios são compensadores: aumento da segurança (tanto das pessoas quanto do patrimônio); maior eficiência das edificações, representada pela redução do consumo de energia e insumos; manutenção otimizada e conforto adicional.

Apesar dos grandes índices de crescimento já alcançados nos negócios, é certo que ainda existe um enorme potencial para aplicação da automação predial no Brasil, em especial no campo residencial.

José Roberto Muratori, diretor-executivo da Aureside (Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial) confirma que este é um mercado em constante evolução. Ele destaca que o País já conta com as principais e mais atuais tecnologias disponíveis para serem utilizadas nos projetos e nas reformas que visam promover atualização. Além disso, os custos estão caindo progressivamente. "Na automação residencial já chegamos a 50% de queda, nos últimos cinco anos", informa.

Em 2019 o mercado apresentou uma recuperação ainda tímida, mas positiva. Quanto às perspectivas para o futuro, o segmento corporativo deve acompanhar o ritmo ditado pela construção civil, tanto nos empreendimentos novos como no retrofit.


Clique no link abaixo e leia a reportagem na íntegra
Revista Potência Abril 2020.pdf
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas