pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

07.11.19
|
Bahia planeja implantar solar distribuída em prédios públicos
Fonte: Energia Hoje - 06.11.2019
Bahia - A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) da Bahia planeja implantar sistemas de geração solar distribuída em prédios públicos estaduais. Para isso, a SDE vai iniciar, ainda neste ano, estudos a respeito do perfil de consumo dos edifícios e sobre os modelos de contratação disponíveis no mercado. A ideia é decidir se os contratos com as empresas instaladoras serão através do modelo de parceria público-privada ou por meio de edital de contratação.

A iniciativa tem como objetivo reduzir os custos operacionais do serviço público, fomentar o setor de geração distribuída e servir de exemplo para os futuros consumidores. A expectativa de conclusão dos estudos é até o fim de 2020, diz em entrevista ao EnergiaHoje a diretora de Interiorização do Desenvolvimento da SDE, Laís Maciel Lafuente.

Em abril, a Bahia aderiu ao convênio ICMS 114/17, que concede isenção nas saídas internas com equipamentos e componentes para geração de energia solar fotovoltaica destinada ao atendimento do consumo de prédios públicos estaduais.

O estado foi um dos primeiros do país a conectar um sistema de geração distribuída. O sistema fotovoltaico do Estádio de Pituaçu, em Salvador, foi conectado em fevereiro de 2012 e tem 403 kW de potência instalada. Além de gerar energia suficiente para atender a todo o consumo do estádio, a usina gera energia excedente que atende a parte do consumo do prédio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), no Centro Administrativo da Bahia.

Revisão das regras de GD

A proposta apresentada pela Aneel em outubro para revisão das regras de geração distribuída está gerando insegurança nos investidores, que temem ser prejudicados, segundo Laís. As empresas estão buscando a secretaria pedindo ajuda para impedir que a proposta seja implantada. “A agência reguladora tem autonomia, mas já conseguimos mobilizar deputados e senadores da Bahia para atuar nessa causa junto aos entes responsáveis, para reforçar o pleito estadual”, afirma.

A SDE estima que o estado pode deixar de criar 12 mil empregos caso a proposta da Aneel entre em vigor. Atualmente, a secretaria atua para fomentar o setor de GD levando informação aos micro e pequenos empresários do interior da Bahia e apresentando oportunidades de negócios. De acordo com Laís, 246 dos 417 municípios do estado já têm, no mínimo, uma usina de geração solar distribuída instalada.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas