pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

09.11.18
|
ARES-PCJ ministra aula teórica do ProEESA em São Carlos-SP
Fonte: Rádio Sanca - 09.11.2018

São Paulo - A equipe da Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (ARES-PCJ), dentro da programação do ProEESA (Projeto de Eficiência Energética em Sistemas de Abastecimento de Água), ministrou nesta quinta-feira (8), no auditório do Paço Municipal, uma aula teórica para os servidores do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de São Carlos (SAAE) e para representantes de outros 9 municípios sobre melhorias dos processos de gestão de perdas de água e de eficiência energética.

As orientações foram passadas pelos analistas da ARES-PCJ, Thalita Salgado (coordenadora) e Julian Padilha, que acompanham os municípios selecionados por meio de Chamada Pública, entre eles São Carlos, Americana, Jundiaí, Pirassununga, Sorocaba, Brotas, Nova Odessa, Santa Rita do Passa Quatro, Porto Feliz e Itu.

Thalita Salgado, coordenadora do ProEESA junto a ARES-PCJ, explicou que o projeto é realizado pelos governos do Brasil e Alemanha por meio da Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério das Cidades e da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ). “Em todas as aulas enfocamos a otimização do uso de energia nos sistemas de abastecimentos, medições e verificações de energia, pois a ideia é proporcionar as autarquias ferramentas para que desenvolvam projetos de eficiência energética. O outro tema abordado é a perda de água com vazamentos”.

A coordenadora justificou a escolha dos dois temas. “A média nacional de perda de água chega a 40%, sendo que muitos municípios brasileiros se quer tem sistemas de medição, por isso acreditamos que esse percentual é bem maior. Já o consumo de energia, segundo pesquisas, é o primeiro ou segundo maior gasto das empresas de saneamento”, finalizou Thalita.

“Quando assinamos o convênio, entre os benefícios previstos estavam às capacitações. Esta ação contribui para a melhoria do nosso planejamento, da gestão dos sistemas, da qualidade dos serviços ofertados à população e para o aumento da mitigação do impacto ambiental proporcionado pela redução da perda de água na operação do sistema, e uso eficiente da energia elétrica. Aqui em São Carlos, o custo da energia elétrica chega a R$ 2,2 milhões por mês e a nossa perda chega a 40%, índice que é nacional”, disse Benedito Marchezin, diretor presidente do SAAE São Carlos, lembrando que a ARES-PCJ também acompanha e regula o cumprimento do Plano de Saneamento Básico dos Municípios.

Antes do início da aula, Lucimara Zambon, gerente de Controle de Micromedição, e Rogério Correa Bernardes, engenheiro mecânico, ambos do SAAE São Carlos, apresentaram ações de combate as ligações clandestinas desenvolvidas pela autarquia. Encerrando o evento, o professor Marco Reali, da USP São Carlos, falou sobre a perda de água nas ETAS (Estações de Tratamento de Água) na lavagem de filtros.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas