pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

13.06.18
|
Em busca de rapidez e eficiência, Microsoft leva data center para fundo do mar
Fonte: IDGNOW! - 08.06.2018
Brasil - A Microsoft implementou um data center submarino — sim, no fundo do mar — localizado nas Ilhas Orkney, na Escócia. A instalação faz parte do Projeto Natick, iniciativa para identificar formas ambientalmente sustentáveis de executar novas unidades de gerenciamento de dados em larga escala.

Na primeira fase, que começou em 2014, a Microsoft construiu um pequeno data center submersível, que abrigava o equivalente a 300 desktops, e o afundou no oceano em fevereiro de 2016, para testar se a proposta realmente funcionaria no mar. A embarcação operou por quase quatro meses.

Já na segunda fase, que começa agora, a empresa instalou 864 servidores, em 12 racks, em um submersível vedado que tem aproximadamente o tamanho de um contêiner de remessa marítima padrão, com cerca de 12 metros de comprimento; projetado para funcionar por cinco anos sem exigir manutenção.

Segundo a Microsoft, os benefícios de afundar os seus servidores no oceano tem relação direta com eficiência energética e rápida transferência de dados. A empresa observa que cerca de metade da população mundial vive próxima da costa, de modo que a capacidade de abrigar servidores próximos a eles poderia permitir um acesso mais rápido aos serviços online.

O data center submarino pode ser alimentado por torres eólicas localizadas perto da água, para que a empresa nunca tenha que se preocupar com interrupções de alimentação ou custos de energia. A água no oceano também é perenemente fria e pode ajudar no resfriamento dos data centers, sem incorrer em custos adicionais para o equilíbrio térmico.

Mas a jornada não acabou. O data center será monitorado nos próximos 12 meses. Pesquisadores da Microsoft ficarão de olho em fatores como consumo de energia e níveis internos de umidade e temperatura. A empresa espera que isso acabe aperfeiçoando esse sistema de implantação de data centers, que são mais baratos de executar se considerarmos o longo prazo.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas