pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

30.07.20
|
Cepel realiza webinar sobre as perspectivas do setor de iluminação diante da pandemia de Covid-19
Fonte: Procel Info - 30.07.2020
Rio de Janeiro – Discutir sobre desafios do setor durante e pós-pandemia, radiação ultravioleta (UV-C) no combate ao novo coronavírus, a importância dos projetos luminotécnicos e os requisitos a serem analisados em ambientes internos e iluminação pública. Este foi o objetivo do webinar realizado pelo Cepel, no último dia 17 de julho, e apresentado por Janaína Gomes, da Atividade de Certificação do Centro. O evento contou com 193 participantes de diversas instituições do setor.

Alessandra Souza, pesquisadora responsável pelo Laboratório de Iluminação do Cepel, e também moderadora do evento, frisou a importância de esclarecer dúvidas e orientar a sociedade sobre as soluções que estão surgindo em diversas áreas para combater o coronavírus, ressaltando que essa questão deve ser tratada em conjunto com as outras especialidades, principalmente a área médica.

De acordo com Isac Roizenblatt, diretor técnico da Abilux, a alteração no ritmo das construções foi o grande impacto sofrido pelo Setor de Iluminação, com a redução do trabalho na indústria e menor atividade do mercado. No que diz respeito à utilização de tecnologia UV-C no combate ao vírus, Isac comenta: "A sensibilidade do coronavírus à luz UV-C remota sugere que pode ser viável usar este tipo de lâmpada em locais públicos para reduzir o risco de transmissão, porém ainda faltam normas de segurança e um melhor entendimento de como as radiações afetam as pessoas. Por enquanto, sabemos que os olhos humanos são sensíveis ao ultravioleta, que pode causar, também, eritema na pele. Então, muitos estudos ainda estão sendo feitos, mas, na minha opinião, este tipo de lâmpada vai dominar o mercado".

Juliana Iwashita, diretora da Exper Solution e especialista técnica da CGCRE/Inmetro, afirma que os produtos que já estão sendo vendidos internacionalmente carecem de informação e ressalta a importância das normas. Ela conta que importou um produto de UV-C para tentar entender como estava sendo o funcionamento: "Recebi uma luminária, mas sem nenhuma informação. Não falava nada, inclusive, em relação à tensão e alimentação. Também não mencionava os riscos para a saúde. Precisamos de dados técnicos para esses produtos, como a irradiância emitida e o comprimento de onda".

Silvia Carneiro, arquiteta da Íris Luminotécnica, acredita que a solução viria com um conjunto de esforços, envolvendo médicos, pesquisadores, fotobiólogos, profissionais da área de iluminação e radiação, além de órgãos regulamentadores: "Acredito que, unindo essas forças, poderemos obter o que está faltando: informação confiável sobre o produto, como, por exemplo, as normas de segurança e as doses para aplicação".

O presidente da Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação, Eder Ferreira, destaca: “Existem várias formas de se qualificar um espaço. Não é uma questão de quantidade, mas de qualidade. O mais importante é entender as relações da luz”.

Luciano Rosito, diretor comercial da Tecnowatt, faz uma reflexão quanto ao novo modelo regulatório do Inmetro: “Temos um modelo regulatório de autodeclaração de responsabilização do fornecedor. Não deveríamos aplicar isso, agora, neste tipo de produto? Essas supostas soluções, que vêm aparecendo e inundando o mercado, ainda não nos dão certeza do que estamos recebendo”.

O certo é que a pandemia atingiu o Setor Elétrico, assim como outros diversos setores ao redor do mundo, mas também o fortificou. Uma comunicação constante vem sendo a chave para o sucesso e a busca árdua por novas soluções permanece dia após dia. Como o próprio Isac Roizenblatt brincou: “O Setor Elétrico é um local de renovação quase diária. Todo dia temos que aprender e buscar por novidades. Então, você que está nos assistindo, amanhã pode rasgar todas as anotações e aprender tudo de novo (risos)”.

Durante o evento, também foram abordadas inovações para o setor, como o sistema de telegestão, e a expectativa com a chegada do 5G. O evento está disponível no canal do Cepel no YouTube.

*Com informações do Cepel
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas