pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

01.07.20
|
Chile quer iniciar produção de hidrogênio verde até fim de 2021
Fonte: UOL - 30.06.2020
Chile - O governo do Chile quer que as primeiras usinas do país produtoras de hidrogênio a partir de fontes de energia renováveis comecem a operar até o fim do próximo ano, como parte de um esforço mais amplo para que o país se torne neutro em carbono a partir de 2050, disse o ministro de Energia, Juan Carlos Jobet.

O Chile quer usar a energia produzida a partir de projetos solares e de parques eólicos em desenvolvimento para produzir hidrogênio limpo, que no futuro poderá substituir combustíveis emissores de carbono mais poluentes em setores como produção de aço, aviação e transporte marítimo.

O governo já contatou mais de 20 empresas interessadas em desenvolver hidrogênio verde, disse Jobet em entrevista à rádio Bloomberg. O Chile também busca acessar fontes de financiamento internacionais para impulsionar a agenda do hidrogênio verde, disse.

"O Chile tem potencial para gerar, com energias renováveis, 70 vezes a demanda atual de eletricidade no país", afirmou o ministro. "Em 2050, o hidrogênio verde poderá se tornar um setor tão significativo para o Chile quanto a mineração hoje."

O hidrogênio verde se refere ao hidrogênio produzido por eletrólise usando fontes de energia limpas. O hidrogênio produzido a partir da queima de combustíveis fósseis é conhecido como hidrogênio cinza.

Com um dos desertos mais secos do mundo no norte e litoral com fortes ventos em todo o país, o Chile pretende gerar até 2030 cerca de 40% de suas necessidades de energia usando fontes renováveis, em relação a cerca de 13% no fim de 2019, segundo a BloombergNEF. A nova capacidade de geração deve atrair investimentos de cerca de US$ 35 bilhões, com cerca de 93% sendo destinados à energia eólica e solar.

O governo convocou especialistas em energia no ano passado para o aconselhamento sobre a transição para uma matriz energética mais limpa e atualmente trabalha em medidas de eficiência energética e eletromobilidade, entre outras, a serem apresentadas assim que a pandemia de coronavírus acabar, disse Jobet.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas