pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

08.06.20
|
Governo de Tocantins aprova lei que inclui instalação de energia solar em novas edificações de escolas
Fonte: Portal Solar - 08.06.2020
Tocantins - O governador de Tocantins, Mauro Carlesse (DEM), sancionou um projeto de lei que garante energia solar nas novas construções de escolas da rede estadual. A matéria altera a Lei 3.179 de 2017, que instituiu a política de incentivo à geração e ao uso de energia solar (Pró-Solar).

Agora, todas as novas construções, reformas ou obras em prédios públicos, incluindo escolas devem prever a instalação de energia solar fotovoltaica e energia solar fototérmica.

Para o autor do projeto de lei, deputado Issam Saado (PV), devido ao elevado consumo de energia em escolas públicas, a economia financeira será de grande importância aos cofres públicos com a energia solar. Um estudo sobre a viabilidade técnica e econômica está sendo elaborado para, posteriormente, iniciar a instalação do sistema de captação e uso de energia solar.

Em Araguaína, quatro escolas estaduais também têm projetos com energia solar. Em junho do ano passado, a Diretoria de Obras da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) anunciou um projeto arquitetônico sustentável dos novos refeitórios da rede estadual. O ambiente será climatizado com o uso de energia solar e o reaproveitamento da água dos aparelhos de ar-condicionado na limpeza da escola.

“A energia gerada pelo sistema poderá ser utilizada para a escola como um todo, não apenas no refeitório”, explicou, na época, o diretor de obras da Pasta, Daniel Pimentel.

A Seduc previu um investimento de cerca de R$ 15 milhões para a implementação dos projetos em 22 unidades de ensino, no segundo semestre do ano passado. O recurso é destinado pelo Governo Federal para a adequação das escolas incluídas no programa de fomento do ensino médio integral, que no Tocantins foi batizado de Escola Jovem em Ação.

A expectativa da Seduc, com a utilização dos sistemas sustentáveis, é que cada escola economize cerca de R$ 2.500 mensais. “Serão instaladas 60 placas instaladas no telhado do refeitório de cada escola. Com o sistema fotovoltaico, o retorno do investimento será de quatro anos, pela produção própria de energia.”

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas