pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

24.09.20
|
BNDES agiliza linha de crédito para equipamentos de eficiência energética
Fonte: Procel Info - 24.09.2020
Rio de Janeiro – O BNDES está dando mais agilidade ao programa do Fundo Clima, que oferece crédito para projetos que reduzam emissões de gases. O programa, que utiliza recursos do Ministério do Meio Ambiente e prevê financiamentos à aquisição de Máquinas e Equipamentos Eficientes segundo a classificação do Procel, sistemas geradores fotovoltaicos, aerogeradores até 110 kw, ônibus e caminhões elétricos ou híbridos, entre outros, vai liberar o empréstimo pelo sistema BNDES Online, que aprova automática e imediatamente o crédito, desde que o pedido cumpra todas as exigências.

Com dotação de R$ 200 milhões e juros máximos de 4% ao ano, o crédito pode ser pedido por pessoas físicas, microempreendedores individuais e micro e pequenas empresas que queiram adquirir equipamentos que contribuam para a redução de emissões de gases de efeito estufa. A linha já está disponível nas instituições financeiras e permanecerá até o dia 14 de dezembro. Entre junho de 2018 e julho de 2020, esse mesmo subprograma desembolsou todo o recurso disponível anteriormente (cerca de R$ 200 milhões).

“Trata-se de uma oportunidade importante para que os recursos do Fundo Clima cheguem na ponta, para micro e pequenas empresas, gerando resultados para a redução de emissões e ganhos de eficiência”, destacou Petrônio Cançado, diretor de Crédito e Garantia do BNDES.

Poderão ser financiados máquinas e equipamentos com classificação específica de eficiência energética, alguns tipos de veículos de grande porte elétricos ou híbridos e ônibus movidos a etanol. Pessoas físicas poderão financiar, por exemplo, a instalação de sistemas de aquecimento solar e de geração distribuída (placas fotovoltaicas, aerogeradores e geradores a biogás). Os itens financiáveis deverão ser de fabricação nacional e estar credenciados no BNDES.

O custo efetivo total para os clientes está limitado a 4% ao ano. Não há montante mínimo de empréstimo e o BNDES pode financiar até 80% do valor dos equipamentos. O prazo de pagamento será até 12 anos, incluída carência mínima de três e máxima de 24 meses. Para solicitar o financiamento, o interessado deve procurar um dos bancos públicos credenciados no BNDES.

Programa Fundo Clima – Em operação pelo BNDES desde 2011, o programa Fundo Clima viabiliza o financiamento reembolsável de recursos do Fundo Nacional de Mudanças Climáticas (FNMC), em linha com o Plano Anual de Aplicação de Recursos estabelecido pelo Comitê Gestor do FNMC.

O Fundo Clima já destinou recursos para apoiar o desenvolvimento do VLT do Rio de Janeiro, a geração de energia a partir de biogás no Aterro de Caeiras, em São Paulo, e o financiamento para implantação de painéis solares para mais de 800 pessoas físicas e microempresas, entre outras ações. Cada projeto pode receber no máximo R$ 30 milhões a cada 12 meses, através de financiamentos concedidos pelo BNDES nos modelos Finame ou Finem.

Neste ano, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) já repassou ao BNDES R$ 580 milhões do FNMC para utilização pelo Fundo Clima. Atualmente a carteira total do fundo conta com mais de 860 operações de financiamentos aprovados que somam mais de R$ 700 milhões, alavancando quase R$ 2 bilhões em investimentos. Neste ano, o aporte será direcionado prioritariamente para investimentos em saneamento e recuperação de resíduos sólidos. O objetivo é melhorar a qualidade de vida da população, com foco em urbanização, meio ambiente e condições sanitárias.

*Com informações do BNDES
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas