pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

11.01.19
|
Investimento em eficiência energética será maior em 2019, aponta pesquisa
Fonte: Going Green Brasil - 11.01.2019
Brasil - Divulgado no final do ano passado, o Indicador de Eficiência Energética de 2018 (Energy Efficiency Indicator, em inglês – EEI) – pesquisa realizada anualmente pela Johnson Controls – aponta que 59% das organizações em nível global planejam elevar os seus investimentos em soluções de eficiência energética e desenvolvimento de edifícios inteligentes em 2019.

Esta é a 12ª edição do relatório, que analisa eficiência energética, energia renovável, integração de sistemas prediais e planos de cidades inteligentes, monitorando os indicadores relacionados aos investimentos nestes campos, bem como os principais motivadores e obstáculos para tal.

Foram entrevistados mais de 1.900 executivos de 20 países. A Alemanha foi o país que mais apontou para o investimento na área, com 83%; seguida por Holanda (71%) e China (70%). Nos Estados Unidos, 57% dos entrevistados estão planejando aumentar os investimentos em eficiência energética, energia renovável e tecnologia de edifícios inteligentes; já no Brasil apenas 47% indicaram que irão elevar os seus investimentos.

Por que investir?

Entre os objetivos mais importantes em relação aos investimentos, 82% das organizações globais consideram a economia de custos de energia como prioridade; 71% esperam a redução da pegada de gases de efeito estufa; 68% querem aumentar a segurança energética; 64% buscam melhorar às suas reputações no mercado e atrair e reter colaboradores, enquanto 63% buscam atrair ou reter clientes; e 59% querem aumentar a resiliência do edifício ao clima e interrupções do sistema de energia.

Os maiores empecilhos para a realização ou elevação dos investimentos também foram apontados pelos entrevistados. Cerca de 28% relataram a falta de conhecimento técnico para avaliar ou executar projetos, 22% apontaram a falta de financiamento nas condições de pagamento e 18% possuem incertezas em relação à real economia das ações e o desempenho.

Onde investir?

Em 2018, a aplicação mais popular esteve relacionada às melhorias nos controles de aquecimento, ventilação e ar-condicionado. Em 2019, 62% dos entrevistados planejam investir nesta medida. Logo em seguida, com 55%, os investimentos serão direcionados à construção de controles de melhorias e programas educacionais focados no consumo consciente de energia.

O maior aumento identificado na pesquisa foi o planejamento de investimentos em integração do sistema em 2019, sendo 23% a mais do que foi em 2018. Segundo Clay Nesler, vice-presidente de sustentabilidade global da Johnson Controls, “as organizações estão mais interessadas do que nunca em alavancar tecnologias de eficiência energética, armazenamento de energia e geração distribuída para fornecer edifícios mais inteligentes, seguros e sustentáveis”.

Apesar da pesquisa de 2018 não divulgar informações específicas do mercado brasileiro, Waldemar Scudeller Jr., gerente geral da Johnson Controls no Brasil, afirma que a aplicação de montantes neste setor têm aumentado. “As organizações têm investido uma porcentagem considerável em controle dos seus equipamentos e em sistemas integrados, para uma economia de recursos naturais e diminuição dos custos com energia”, aponta.

Certificação sustentável

O Indicador de Eficiência Energética de 2018 também revelou que 14% das organizações globais entrevistadas possuem uma certificação sustentável voluntária, enquanto 44% planejam conquistar um certificado no futuro. Além disso, 51% disserem que estão dispostos a pagar um valor maior na locação de um espaço em um empreendimento sustentável certificado.

Confira todos os resultados da pesquisa feita pela Johnson Controls neste link.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas