pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

17.08.20
|
Novo Selo Casa Azul estimula empreendimentos mais sustentáveis e eficientes
Fonte: Procel Info - 17.08.2020
Brasil – A Caixa Econômica Federal apresentou na última semana para um grupo de empresários do setor da construção civil a nova versão do Selo Casa Azul + Caixa . Com foco em soluções inovadoras para empreendimentos habitacionais, a atualização teve como objetivo promover uma classificação socioambiental de propostas que adotem soluções eficientes na concepção, na execução, no uso, na ocupação e na manutenção das edificações.

Criado em 2009, o selo foi idealizado para servir de sistema de classificação de índice de sustentabilidade de projetos habitacionais desenvolvido para a realidade da construção habitacional brasileira. Por meio dele, é possível reconhecer e incentivar a adoção de soluções urbanísticas e arquitetônicas de qualidade, assim como o uso racional dos recursos naturais na produção de empreendimentos a serem executados no âmbito dos programas operacionalizados pela instituição financeira.

Entre as novidades estruturais, o selo agora terá a categoria Diamante e critérios de inovação, considerando sistemas eficientes de automação predial - automação de fachada, climatização inteligente, etc; de conectividade, com disponibilidade de Wi-fi e tomadas USB nas áreas de uso comum; e de aplicação do Building Information Modeling (BIM) - Modelagem de informações de construção em português - na gestão integrada do empreendimento em suas diversas etapas.

Novas classificações

Foram estabelecidas quatro classificações, 15 critérios obrigatórios e novos identificadores. Os níveis serão: Bronze (50 pontos ou dois identificadores), Prata (60 pontos ou três identificadores), Ouro (80 pontos ou 4 identificadores) e Diamante (100 pontos e obrigatoriamente o identificador Inovação). Os identificadores para avaliação são: Qualidade Urbana, Eficiência Energética, Gestão Eficiente da Água, Produção Sustentável, Desenvolvimento Social e Inovação.

Atualmente, há 43 empreendimentos de habitação de interesse social e de mercado certificados com o selo, sendo 22 na região Sudeste, nove no Nordeste, nove no Sul e três no Centro-Oeste. Desde a remodelação do selo, ocorrida no primeiro semestre de 2020, já são 10 os novos empreendimentos certificados.

“O novo formato do selo tem como principais objetivos gerar benefícios ambientais, sociais e econômicos, tanto ao cliente pessoa física quanto às empresas parceiras, e fortalecer ainda mais a marca da Caixa como agente e indutor da produção sustentável, inovadora e socialmente responsável”, destaca a arquiteta da Caixa, Erika Regina Yokoda.

Evolução

Dez anos depois de sua criação, a Caixa verificou a necessidade de renovar as diretrizes do Selo para adequar as atualizações normativas, incorporar as inovações promovidas na construção civil, ajustando-as aos novos cenários urbanos, econômicos e sociais. O desafio atual é tornar a construção sustentável atrativa, no aspecto do mercado, para os empreendedores para fomentar a produção de empreendimentos com qualidade, conforto ambiental e práticas sustentáveis e inovadoras.

Para participar da certificação é preciso seguir as regras dos programas e linhas de financiamento da Caixa Econômica Federal e atender às Normas de Desempenho (NBR 15.575), bem como seguir as diretrizes do Sistema Nacional de Avaliação Técnica (Sinat) nos casos de uso de sistemas inovadores, e apresentar Política Socioambiental do FGTS, se for um empreendimento com uso desses recursos, e o Código de Práticas Caixa.

O selo é elegível para municípios, construtoras, incorporadoras, empresas públicas de habitação, cooperativas, associações e entidades organizadoras sem fins lucrativos, sendo aplicável a qualquer projeto de produção de empreendimentos habitacionais, nas linhas de financiamento.

* Com informações da Caixa, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e da Confederação Nacional de Municípios (CNM)
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas