pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

11.05.20
|
Emirados Árabes Unidos negocia menor tarifa para energia solar no mundo
Fonte: Portal Solar - 07.05.2020
Emirados Árabes Unidos - O governo do Emirados Árabes Unidos anunciou, no dia 28 de abril, que negociou o menor preço mundial para a eletricidade solar na oferta solar de 1,5 GW lançada pela Emirates Water and Electricity Company (EWEC) em julho do ano passado.

Segundo comunicado da assessoria de imprensa do governo do Emirados Árabes Unidos, o licitante foi um consórcio formado pelo grupo de energia francês EDF e pela empresa chinesa de energia solar JinkoPower, que ofereceu AED0.0497/kWh (US$ 0,013533) pela energia gerada na fazenda solar Al Dhafra.

A oferta EDF-Jinko de US$ 0,0135/kWh é cerca de US$ 0,0021 menor do que o recorde anterior de QAR0,0571/kWh (US$ 0,0156/kWh) que a Total e a Marubeni ofereceram na oferta de 800 MW do Catar no final de janeiro.

Ainda de acordo com a assessoria de comunicação, o consórcio escolhido será dono de até 40% de um veículo de propósito especial criado para o projeto, com a participação restante da Abu Dhabi Power Corporation e outras entidades governamentais não reveladas.

A fazenda solar Al Dhafra está programada para iniciar operações comerciais no segundo trimestre de 2022. A data oficial definida para a abertura das ofertas de preços finais foi adiada por causa das restrições de coleta pública relacionadas ao Covid-19 nos Emirados. Assim que entrar em operação, a fazenda solar será a maior usina fotovoltaica do Oriente Médio.

Por enquanto, o parque solar Sweihan de 1,17 GW em construção pela empresa indiana de engenharia, de propriedade da Sterling e Wilson no emirado de Abu Dhabi é o maior da região, uma vez que entrou em operação comercial em julho de 2019.

De acordo com informações do jornal Emirati The National, a oferta EDF-Jinko concorreu com mais quatro consórcios: um formado pela gigante de energia saudita ACWA Power – e incluindo a concessionária chinesa Shanghai Electric; outro composto pela gigante petrolífera francesa Total e pela empresa de comércio japonesa Marubeni; outro incluindo o grupo francês Engie e o Poder Internacional; e um quarto incluindo o Softbank do Japão e o fornecedor italiano de petróleo e gás Eni.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas