pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

14.10.19
|
Projetos do governo do RJ para energia elétrica
Fonte: Energia Hoje - 11.10.2019
Rio de Janeiro - A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Relações Internacionais (Sedeeri) do Rio de Janeiro planeja participar da chamada pública da Enel de projetos de eficiência energética, com a ideia de implantar sistemas de geração solar distribuída e medidas de eficiência energética em escolas e hospitais públicos, diz ao EnergiaHoje o superintendente de Energia da Sedeeri, Bernardo Sarreta. Os objetivos desta ação é reduzir os gastos com energia elétrica e a emissão de gases de efeito estufa.

A Sedeeri também está estudando, juntamente com a Secretaria da Fazenda, conceder isenção de ICMS para usinas fotovoltaicas de até 5 MW, como ocorre em Minas Gerais. Atualmente, a isenção no estado é concedida apenas para usinas instaladas na própria unidade consumidora, com até 1 MW. Além disso, as secretarias planejam ações para levar toda a cadeia produtiva solar para o estado.

Atualmente, o Rio de Janeiro conta com 7.010 unidades de geração distribuída que somam 66,5 MW, dos quais 57 MW são da fonte solar, segundo dados da Aneel. O estado tem irradiação solar global anual entre 1.400 a 2.010 KWh por km quadrado, segundo Sarreta.

Licenciamento ambiental

Outro projeto da Sedeeri em andamento, em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente, é o de simplificação do licenciamento ambiental para solar e biogás. A base do projeto é a resolução nº 279 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que trata sobre licenciamento simplificado de empreendimentos elétricos com pequeno potencial de impacto ambiental.

De acordo com Sarreta, a previsão de conclusão do projeto é início de 2020. “Caso as fontes solar e biogás sejam consideradas de baixo impacto, o licenciamento poderá ser feito até mesmo online”, diz.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas