pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

06.08.20
|
Discussões tributárias no Congresso trazem oportunidade para o Brasil aliar desenvolvimento econômico e sustentabilidade
Fonte: Portal Solar - 06.08.2020
São Paulo - Para o presidente executivo da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), Rodrigo Sauaia, as discussões sobre a reforma tributária trazem a oportunidade para alinhar o desenvolvimento econômico com metas ambientais. Ele avalia que o setor privado do país já está conduzindo essa pauta de sustentabilidade, mudando o foco das fontes tradicionais de combustíveis fósseis para as renováveis, como a energia solar, por exemplo.

“Temos uma transformação que começa a chegar mais forte no Congresso Nacional, que ocorre nas diretrizes tributárias. Tivemos a pouco tempo mudanças nas leis trabalhistas e previdenciárias, e isso tudo está alterando a estrutura do ambiente de negócios do Brasil. Eu vejo isso como uma oportunidade gigante para alinhar uma visão de longo prazo com ações e estratégias que levem em consideração o futuro a que queremos chegar”, disse o dirigente, durante webinar promovido pela FGV Energia.

“Nós, como nação, queremos um futuro mais sustentável e que reconheça os atributos e benefícios para a vida e para a saúde? Queremos que a recuperação da economia traga soluções que também sejam ambientais? Então, precisamos incluir esse debate no processo. A boa notícia é que o mercado já está fazendo isso”, assinalou Sauaia.

Ele entende que a legislação caminha mais devagar nessa pauta que o setor privado. “Isso é bom por um lado, já que protege nosso arcabouço, mas também é um desafio, por gerar dificuldades para atingir objetivos dentro do horizonte planejado. As empresas mais tradicionais estão se reinventando e ajudando a liderar a pauta para uma transição de mercado por uma ótica de sustentabilidade.”

Especificamente sobre o setor elétrico, o dirigente abordou os avanços propostos pelo Projeto de Lei do Senado (PLS) 232. “Um exemplo é ter um preço horário para energia. No mercado regulado ainda não existe esse tipo de precificação para consumidores de baixa tensão. Poderíamos ter e evoluir como outras regiões do mundo que colhem resultados positivos na eficiência energética e na geração distribuída.”

Em relação ao Plano Nacional de Energia 2050, Sauaia entende que as diversas fontes renováveis funcionarão como parceiras na construção das soluções para o setor. “Como país, precisamos diversificar. Essa talvez seja a grande tônica daqui até 2050. É um Brasil que vai ter uma participação menor da geração hidrotérmica, passando a incorporar mais opções renováveis, como solar, eólica, biomassa e novas tecnologias que virão.”

“A energia solar fotovoltaica, como uma opção dentre esse leque, terá importância para ajudar o desenvolvimento do Brasil em diversas frentes: ambiental, econômica e estratégica. A fonte será uma ferramenta para atrair investimentos e permitir mais competitividade, empregos e sustentabilidade. Precisamos começar esse futuro desde já.”

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas