pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

26.11.19
|
Usina solar fotovoltaica em universidade está em fase de testes
Fonte: Procel Info - 26.11.2019
Mato Grosso do Sul – A usina de energia solar fotovoltaica da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), no Mato Grosso do Sul, está desde meados de outubro funcionando em fase de testes. Todas as 16 unidades de 70,35 kWp (quilowatt pico) estão em operação, totalizando uma potência instalada de 1.125,6 kWp, o que a torna uma das maiores usinas entre os setores públicos do Brasil.

A concessionária Energisa já efetuou a vistoria e aprovou a instalação. De acordo com o engenheiro eletricista e fiscal do contrato, Alessandro da Paixão, "o desempenho da geração está acima do esperado, graças ao minucioso trabalho da equipe de gestão e fiscalização da Prefeitura Universitária e à qualidade dos serviços prestados pela contratada".

Todas as informações de geração já podem ser acompanhadas em tempo real na TV instalada na Prefeitura Universitária. A partir de fevereiro de 2020, esses dados sobre a economia na conta de energia serão contabilizados e divulgados para o público. O evento para a inauguração da usina ainda não tem data definida.

Sobre o usina

A usina é composta por 16 unidades de 70,35 kWp (quilowatt-pico) cada, 12 postos estão nas coberturas dos blocos da Unidade 2 (2.520 placas em teclados) e quatro diretamente no solo (840 placas em solo), logo na entrada na UFGD, ao lado do Auditório Central, destacando-se como um cartão de boas-vindas para quem chega na universidade.

Atualmente a UFGD gasta cerca de R$ 2,6 milhões por ano com a conta de energia elétrica da Unidade 2. A previsão é de que os painéis solares proporcionarão uma economia na conta de energia que pode chegar a R$ 915 mil em 12 meses, através da produção de 1.705.000 quilowatt-hora, alcançando 30% de economia e com o custo de manutenção anual de apenas R$ 18 mil.

O montante de energia gerado no equivale à capacidade de retirada de carbono da atmosfera de 1.411 árvores pelo mesmo período, evitando a emissão de 17,6 toneladas de CO2 por mês.

Sob a responsabilidade da Prefeitura Universitária, o sistema recebeu R$ 4,5 milhões investidos por meio Termo de Execução Descentralizada (TED), via Secretaria de Educação Superior (SESU-MEC), no ano de 2018. O projeto contempla ampliação para atingir 100% do consumo de toda universidade, incluindo a Unidade 1, FADIR e Fazenda. Além da economia no custo com energia elétrica, a usina solar poderá ser utilizada para pesquisas acadêmicas de graduação e pós-graduação, gerando novos conhecimentos na área.

*Com informações da UFGD
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas