pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

14.07.17
|
Vendas de aquecedores disparam com semanas mais frias
Fonte: Veja Online - 11.07.2017
As vendas de aquecedores aumentaram gradualmente com a chegada do inverno e dispararam com o frio que atingiu a cidade de São Paulo nas últimas semanas.

A compra do aparelho na OLX cresceu 95% no bimestre maio-junho, na comparação com março-abril, de acordo com dados levantamos pela empresa a pedido de VEJA. Na mesma base de comparação, as buscas pelo produto tiveram alta de 101%.

Na Lojas Americanas, a venda de aquecedores em unidades físicas da região Sudeste registrou um aumento de 1.461% entre 1º e 4 de julho, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Isso mesmo com a empresa de meteorologia Climatempo avaliando que o inverno neste ano está menos rigoroso do que em 2016. Dados de maio, junho e julho (até dia 9) mostram que houve, até o momento, menos ventos frios do que em 2016.

Ainda assim, a máxima no ano passado ficou 27 dias abaixo de 22°C, e 29 dias neste ano, segundo a Climatempo, a partir de dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Em 2016, foram nove dias com mínima abaixo de 10°C, contra três dias em 2017 até agora.

O frio ajudou a impulsionar também a venda de casacos. Na OLX, o crescimento foi de 67% em maio-junho, ante março-abril.

Até quando?

Segundo a Climatempo, o inverno deve seguir com dias frios, mas menos intensos e com menor frequência do que em 2016.

A chegada da primavera também deve ser diferente. No ano passado, o frio se estendeu e as temperaturas demoraram a subir - só esquentou e não voltou mais a esfriar a partir de dezembro. Neste ano, o frio deve ir embora já em setembro.

Escolha

A opção por um ou outro modelo de aquecedor elétrico tem impacto direto na conta de luz. Antes de sair comprando, é preciso avaliar as necessidades dos moradores e ficar atento para a segurança do equipamento.

Algumas atitudes também ajudam a amenizar os os gastos. Tirar o aquecedor da tomada quando ele não estiver sendo usado é uma medida simples. Preste atenção se as portas e janelas no ambiente estão fechadas, para que os equipamentos tenham sua máxima eficiência.

A recomendação também é comprar apenas aparelhos elétricos identificados com o selo Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) e notas A ou B, que indicam maior Eficiência energética, ou seja, menor consumo de energia.

Conheça as características de alguns modelos, com informações do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec):

Irradiador

Funciona com resistências incandescentes protegidas por grades metálicas. Seu desempenho é bom, porque quase toda a energia consumida é transformada em calor. O preço, em geral mais baixo, também atrai o consumidor. Não é recomendado para quem tem crianças e animais de estimação, pois pode queimar objetos que estejam muito próximos. Além disso, a troca de calor entre a resistência e o ar deixa o ambiente mais seco.

De gabinete

Como o irradiador, tem resistências incandescentes, mas é protegido por gabinetes fechados, e o calor é espalhado pelo ambiente por meio de um ventilador. É fácil de transportar e também oferece um gasto menor de energia. Seu desempenho, no entanto, é inferior ao do irradiador, e o modelo também deixa o ambiente mais seco e oferece riscos de queimaduras.

A óleo

Apesar do nome, também é elétrico. Por meio de resistências, o óleo dentro do radiador é aquecido - funciona como em prédios com aquecimento central. Como o ar não entra em contato com a resistência, o ambiente não fica ressecado. Seu preço, no entanto, é superior ao dos modelos anteriores, o equipamento demora mais para esquentar e o impacto na conta de luz é maior.

Split

Parece um ar-condicionado - alguns aparelhos de refrigeração têm, inclusive, também a função para aquecer. No quesito segurança, é considerada a melhor opção, porque não apresenta risco de queimadura. Além disso, o modelo espalha o calor de forma uniforme pelo ambiente. A desvantagem é que precisa ser instalado por um profissional, incluindo um gasto adicional para o consumidor.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas