pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

14.09.18
|
Agência financia projetos verdes
Fonte: Correio Popular - 13.09.2018

São Paulo - Os empreendedores da Região Metropolitana de Campinas (RMC) investem cada vez mais em projetos que possam garantir sustentabilidade e eficiência energética às suas empresas. Só no primeiro semestre de 2018, a Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) financiou R$ 1 milhão em projetos verdes. O setor de serviços respondeu por 57% deles. O restante, 43%, é para a indústria.

O resultado é expressivo. Para se ter uma ideia, no mesmo período do ano passado não houve financiamentos de projetos com essa finalidade.

Desde 2009, a agência desembolsou cerca de R$ 6,8 milhões para iniciativas sustentáveis, apenas na RMC. Em todo o Estado, o valor chega a R$ 219 milhões.

“São Paulo importa de outros estados a maior parte da energia elétrica que consome. Nosso objetivo, alinhado com as políticas de desenvolvimento do governo estadual, é auxiliar na diminuição dessa dependência, incentivando as empresas paulistas a investirem na geração da própria energia, tornando-as mais eficientes e competitivas”, disse Álvaro Sedlacek, presidente do órgão.

Para incentivar a chamada economia verde, a agência oferece opções de crédito com condições especiais para as pequenas e médias empresas, as chamadas PMEs, com taxas de juros reduzidas e carência de prazos prolongados para quitação.

Podem obter financiamentos para a compra e instalação de equipamentos para produção de energia renovável (como placas solares, aerogeradores e pequenas centrais hidrelétricas), bem como projetos voltados à redução de perdas de energia elétrica, sistemas de recuperação de calor e isolamento de tubulações, entre outros.

Energia Solar

Segundo projeções da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), disponibilizadas pela Desenvolve SP, o mercado de energia solar deve movimentar, até 2030, cerca de R$ 125 bilhões. É um campo promissor. A produção de energia limpa está na pauta dos empreendedores.

Quem já usa a energia solar, como fonte de eletricidade para seu empreendimento, é a contadora Solange de Brito, sócia da Idaplast, empresa que atua na produção de laminados plásticos em Hortolândia. O valor da conta de luz despencou. “Eu precisava aumentar a produção de energia, e com o financiamento consegui instalar mais 56 placas fotovoltaicas. Já tenho 252. Se eu pagava R$ 6.000,00 antes na conta de luz, agora chego a pagar R$ 900”, explica. A empresa fundada em 1989, ocupa uma planta com três mil metros quadrados no bairro Chácaras Coelho, num moderno parque fabril.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas