pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Reportagens
Reportagens
voltar

Assunto: Revista Exame - 19.08.2020
21.09.20
|
A retomada verde
Um estudo exclusivo mostra como o país pode sair da crise e crescer 15% mais do que o previsto até 2030 — um ganho extra de 2,8 trilhões de reais. A receita: reduzir as emissões de carbono, medida que muitas empresas brasileiras já estão adotando — e a pandemia só deve acelerar esse processo
São Paulo - Um dos maiores exemplos de como a preservação do meio ambiente deixou de ser um papo de ongueiro e ganhou papel central no capitalismo brasileiro em tempos de pandemia é a história da companhia de gestão ambiental Ambipar. Fundada em 1995 para lidar, entre outras coisas, com crises ambientais (na lista está a recuperação de Brumadinho após o desastre na mina da Vale em janeiro de 2019), a empresa abriu o capital na B3, a bolsa de valores de São Paulo, em junho deste ano. Em meio à maior crise econômica em décadas, a empresa fez uma das ofertas iniciais de ações mais concorridas do mercado acionário brasileiro: 1,08 bilhão de reais, uma demanda dez vezes superior à projetada. De lá para cá, as ações da Ambipar valorizaram 11%. A novata vale 3 bilhões de reais, mais do que varejistas como Marisa e Hering.

O que chama tanto a atenção dos investidores é o fato de a empresa ter virado uma espécie de “Mercado Livre de lixo”. Funciona assim: quem está disposto a fazer uns trocados com quinquilharias como celulares velhos, garrafas PET usadas e pneus furados pode anunciar pelo site. Os compradores são certificados pela Ambipar para garantir o retorno dos itens à cadeia produtiva — seja reciclados, seja utilizados do jeito que estão. “Damos vida nova a itens que iriam para o lixo”, diz Fernando Begliomini, diretor de logística reversa da Ambipar. O processo colabora para diminuir a necessidade de fabricar do zero plásticos, metais e por aí vai. De quebra, reduz a poluição envolvida nessa produção. “Isso é a nova economia”, afirma.

O ímpeto da Ambipar na B3 é só mais uma pecinha num tabuleiro enorme, jogado por capitalistas mundo afora, para reavivar a economia por meio de uma guinada verde de empresas, investidores e governos. No centro dos objetivos está a redução das emissões de carbono vindas de combustíveis fósseis, como o petróleo — um dos vilões do aquecimento global. Trata-se de uma tendência global, com iniciativas pipocando da China à Califórnia. Um exemplo é o “Green Deal Europeu”, apresentado pela União Europeia em maio. O objetivo: destinar 40% de um pacote de socorro de 750 bilhões de euros a negócios à base de energias renováveis. A recuperação da crise do coronavírus deve estar calcada “na transformação ambiental e digital”, disse Frans Timmermans, delegado da Comissão Europeia, à frente do plano.

Para o Brasil, país com a maior biodiversidade do mundo, a guinada verde traz oportunidades grandiosas. Em números, isso significa crescer 15% mais do que o previsto até 2030, o que agregaria 2,8 trilhões de reais ao produto interno bruto em dez anos. A riqueza adicional abriria 2 milhões de empregos na economia — metade deles na indústria. É o que estima um estudo inédito do WRI, uma das principais entidades ambientalistas dos Estados Unidos, junto a pesquisadores brasileiros da PUC-Rio, da escola de negócios Coppe/UFRJ, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, além da Febraban, a federação dos bancos brasileiros, e dos think tanks Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e Climate Policy Initiative. “Muitos paí­ses emergentes podem se beneficiar dessa transição econômica”, afirma Helen Mountford, vice-presidente do WRI. “Mas o Brasil tem algumas características que o colocam à frente dos outros, como uma matriz energética limpa.” Trata-se de um manual para o país superar a crise.
Clique no link abaixo e leia a reportagem na íntegra
Revista Exame 19.08.2020.pdf
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas