pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Reportagens
Reportagens
voltar

Assunto: Panorama Nacional
07.01.22
|
Edifícios em operação ganham ferramenta de avaliação energética gratuita
Produto dos resultados de um convênio entre a Eletrobras/Procel e o CBCS, plataforma Desempenho Energético Operacional (DEO) contempla 17 tipologias de edifícios e já está disponível para o público

Débora Anibolete, para o Procel Info
Rio de Janeiro - Gestores de diversos tipos de edificações em operação terão, a partir de agora, um auxílio para realizar a avaliação de consumo de energia. A plataforma Desempenho Energético Operacional (DEO) (plataformadeo.cbcs.org.br/), que contempla 17 tipologias de edifícios, foi disponibilizada gratuitamente para o público. A ferramenta permite avaliar o nível de eficiência energética das unidades, auxiliando na tomada de decisão para a implementação de medidas de adequação do gasto de energia. O instrumento foi desenvolvido a partir dos resultados de um convênio entre a Eletrobras, no âmbito do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) e o Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS).

A plataforma DEO abrange tipologias de edificações de usos típicos, cujas equações de benchmark foram desenvolvidas através do convênio: agências bancárias, hotel do tipo resort, hotel vertical de médio e grande porte, hotel de pequeno porte e pousada, shopping center, supermercado, comércio de varejo de grande porte, comércio de pequeno porte, restaurante e preparação de alimentos, escola de ensino infantil, escola de ensino fundamental e médio, universidade e instituição de ensino técnico, hospital, posto de saúde e assistência social, data center e CPD. Além dessas 15, outras duas tipologias, desenvolvidas anteriormente, também têm acesso pela plataforma: edifícios corporativos e edifícios públicos.

A ferramenta conta com equações de benchmark para cada tipo de edificação, que funcionam como referências de consumo de energia. Dessa forma, é possível fazer a comparação entre edifícios da mesma tipologia a nível nacional, levando em consideração ainda características específicas, como localização geográfica, sistemas instalados, envoltória e entorno da construção. A avaliação é feita a partir da inserção dos dados do edifício na plataforma. Além disso, os gestores de edificações também podem utilizar as equações disponíveis para formar seu próprio banco de dados de consumo.

“A plataforma DEO é uma ferramenta que otimiza a utilização das equações de benchmark. Os dados da edificação que se deseja comparar são inseridos na plataforma e ela calcula uma estimativa de consumo para o edifício e as faixas de consumo (típico, eficiente e ineficiente). Assim, o usuário da plataforma consegue comparar seu consumo real com estas referências calculadas pela plataforma”, explica a coordenadora executiva do CBCS, Clarice Degani.
Plataforma DEO permite avaliar o nível de eficiência energética de 17 tipologias de edificações, auxiliando na tomada de decisão para a implementação de medidas de adequação do gasto de energia

Assim, o instrumento funciona como a primeira etapa de análise de desempenho energético de uma edificação em operação. Através do resultado da avaliação, é possível entender se o uso da energia está adequado em comparação com outras edificações de mesma tipologia e, se necessário, planejar a realização de medidas para a otimização do consumo.

“A partir do momento em que o consumo de energia real é confrontado com referências de eficiência e ineficiência, os gestores prediais poderão identificar onde estão os desvios, quais são as oportunidades de melhoria e, assim, programar auditorias energéticas ou investigações simples que os ajudem na escolha de medidas de eficiência energética mais adequadas ou nas mudanças de comportamento no uso da energia”, destaca a representante do CBCS.

Plataforma pode contribuir para a criação de política pública

O estabelecimento do convênio entre a Eletrobras/Procel e o CBCS foi baseado na necessidade de promover uma ação para auxiliar na redução do consumo das edificações em operação e, assim, contribuir com a redução da demanda energética do setor de Edificações, um dos principais consumidores do sistema elétrico nacional. Contemplado no 1º Plano de Aplicação de Recursos do Procel (PAR Procel/2017), o convênio foi firmado em 2018 e encerrado em 2021. Ao longo desse período, foram elaborados os cálculos de benchmark e os indicadores de desempenho energético disponíveis na plataforma DEO. O trabalho contou com a colaboração de empresas e instituições parceiras que contribuíram com informações de consumo energético de suas instalações.

“As edificações são responsáveis por aproximadamente 50% do consumo de energia elétrica do país. A quantidade que temos hoje de edificações existentes nos grandes centros urbanos supera qualquer produção de novas edificações. Portanto, nas grandes cidades já temos um número maior de edifícios existentes do que novos que venham a ser construídos. É por isso que devemos ter total atenção, não apenas às novas edificações, mas também para as existentes, que se encontram em operação. Cerca de 80% do consumo de energia de um edifício, em sua vida útil, ocorre justamente na fase de operação e, por isso, segundo a EPE, benchmarks e Desempenho Energético Operacional são apontados entre as três medidas de maior potencial de economia de energia do setor de Edificações”, contextualiza a arquiteta da Eletrobras, Elisete Cunha.
A Plataforma DEO otimiza a utilização das equações de benchmark possibilitando o cálculo e comparação dos dados com edificações semelhantes mais eficientes

O trabalho do convênio resultou, ainda, na produção de 45 relatórios que estão disponíveis para download gratuito. Para cada uma das tipologias de edificações, foram elaborados três documentos, contendo a metodologia utilizada, as auditorias energéticas realizadas, o desenvolvimento do arquétipo de cada categoria de edifício, modelos de simulação, as equações de benchmark e a ficha técnica. Os materiais podem ser acessados no portal Procel Info (clique aqui)  ou na página da plataforma DEO (plataformadeo.cbcs.org.br/).

De acordo com a arquiteta da Eletrobras, além do uso prático dos dados, o levantamento de informações, realizado por meio do convênio, poderá ser utilizado para o desenvolvimento de políticas públicas de eficiência energética para edificações em uso.

“Adicionalmente, a partir do banco de dados que poderá ser gerado através da plataforma, políticas públicas específicas para cada tipologia poderão ser desenvolvidas, promovendo mais assertividade à eficiência energética de edificações em operação. Está no radar do Procel promover políticas públicas para edificações em operação e este trabalho foi o ponto de partida para isso”, ressalta Elisete Cunha, sobre a relevância do projeto.
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas