pixel
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Reportagens
Reportagens
voltar

Assunto: EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NA INDÚSTRIA
31.08.20
|
Versão brasileira do software Measur já está disponível
Com apoio do Procel, por meio do Programa Aliança, ferramenta computacional reconhecida internacionalmente foi adaptada e poderá ser utilizada em diagnósticos energéticos de sistemas de bombeamento, ventilação, aquecimento e vapor

Tiago Reis, para o Procel Info
Brasil - Profissionais que atuam diretamente na elaboração de diagnósticos energéticos ganham uma nova ferramenta de trabalho nesta terça-feira. A partir de primeiro de setembro, estará disponível para utilização, na plataforma do Banco de dados do Programa Aliança, a versão brasileira do software Measur. Desenvolvido pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos (DoE), o Measur reúne várias ferramentas para a análise do consumo de energia em diversos sistemas e equipamentos industriais, sendo atualmente um dos principais softwares utilizados internacionalmente em projetos de eficiência energética em plantas industriais.

A chamada “tropicalização” do Measur ocorre no âmbito do Programa Aliança, iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em parceria com a Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e Consumidores Livres (Abrace), Ministério de Minas e Energia (MME) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Contando com apoio do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) desde 2018, o Programa Aliança tem como objetivo principal aumentar a competitividade da indústria brasileira por meio de ações de eficiência energética em sistemas energointensivos. Em cinco anos, 14 plantas industriais dos setores siderúrgico, metalúrgico, químico, papel e celulose, cimento, mineração e automotivo já foram beneficiadas. A economia de energia proporcionada pelas intervenções do Programa, no âmbito da parceria com o Procel, alcança a marca de 175 GWh.

O Measur pode ser utilizado em análises em quatro sistemas com grande potencial de economia de energia: bombeamento, ventilação, aquecimento e vapor. Desenvolvido pela empresa TR Soluções, a versão brasileira do Measur foi traduzida para o português e adaptada para funcionar no ambiente web, o que permite a utilização em dispositivos móveis, possibilitando, assim, a utilização no local do trabalho de campo e viabilizando ao usuário realizar análises, simulações e avaliações de custo e melhoria em tempo real. No modelo americano, a ferramenta funciona somente após a instalação em um computador.

A portabilidade de funcionalidade em ambientes diferentes é considerada uma das grandes vantagens da versão brasileira da ferramenta conforme analisam Samuel Moreira Duarte Santos e George Camargo, representantes do Procel na equipe de gestão do Programa Aliança. “A versão brasileira está hospedada em ambiente web e, assim, tem a facilidade de ser acessada até mesmo pelo browser de um celular, por exemplo. Esse diferencial é especialmente interessante para o trabalho de campo nas indústrias. In loco já é possível fazer a simulação e ter a resposta se a ação de eficiência energética é tecnicamente recomendada e viável ou não”, explica Samuel Santos.
Measur reúne várias ferramentas para a análise do consumo de energia em diversos sistemas e equipamentos, sendo atualmente um dos principais softwares utilizados em projetos de eficiência energética em plantas industriais

Para o engenheiro, a escolha dessa ferramenta pela equipe do Aliança foi algo natural, já que boa parte dos profissionais que realizam os diagnósticos energéticos já utilizavam essa tecnologia em suas metodologias de trabalho. Ele, que juntamente com integrantes do Procel, CNI, UFCG e TR Soluções, participou de todo o processo de adequações e testes das funcionalidades, afirma que, em termos técnicos, foram poucas as adaptações, já que os quatro módulos contemplados nessa versão não são influenciados por questões climáticas. No futuro, quando tivermos um banco de dados de diagnósticos energéticos com implementações e suficientemente robusto, podemos adaptar ainda mais o software à realidade do parque industrial brasileiro. “Houve uma integração das ferramentas, com a versão que estamos apresentando sendo um modelo híbrido EUA/Brasil”, completa Samuel Santos.

Por ser disponibilizado em uma ambiente web, será um software livre, sendo necessário apenas um cadastro de usuário e senha para que se possam utilizar suas funcionalidades. A versão brasileira do Measur pode ser consultada neste (link).

Como funciona o Measur



As ferramentas computacionais são utilizadas com frequência na realização de diagnósticos energéticos. Por meio de módulos, é possível realizar uma série de simulações para identificar se a implementação de uma determinada recomendação em uma planta industrial será viável ou não em termos de eficiência energética. No caso do Measur, a versão disponibilizada pelo Programa Aliança possui módulos dedicados a quatro sistemas com grande consumo energético (bombeamento, ventilação, aquecimento e vapor).

No módulo de Bombeamento/Ventilação, o software atua na avaliação de sistemas hidráulicos/pneumáticos, auxiliando na identificação de ganhos energéticos por meio de simulações. O programa já conta com as principais recomendações de melhorias em tais sistemas, ficando ao cuidado do usuário a opção de selecionar ou não a recomendação. Já o módulo de Aquecimento permite quantificar as perdas de calor ocasionadas por gases, superfícies insuficientemente isoladas, vazamentos, além de outras perdas. Por meio de relatórios, são gerados cenários de projetos, nos quais são evidenciados os potenciais ganhos na redução destas perdas. Esses módulos também permitem calcular potenciais ganhos energéticos e financeiros resultantes de cada medida implementada.

Por fim, o módulo de Vapor ajuda o profissional na realização de balanços de massa e energia a partir das informações inseridas pelo usuário. Essa ferramenta também auxilia no melhor entendimento da operação atual dos componentes do sistema de vapor da empresa, incluindo caldeiras e turbinas e também a utilização de sistemas de cogeração, indicando os melhores momentos e ganhos da geração de energia elétrica.
A versão brasileira do Measur será um software livre disponibilizado no ambiente web, sendo necessário apenas um cadastro de usuário e senha para que se possam utilizar suas funcionalidades

Samuel Santos destaca que os módulos de Aquecimento e Vapor são os que possuem o maior potencial de economia na indústria. Ele afirma que a utilização de processos que envolvem energia térmica em ações de eficiência energética ainda é vista com certo ‘tabu’ entre os profissionais que atuam diretamente com a energia elétrica. Mas ele ressalta que o Programa Aliança quebrou esse paradigma ao inserir e incentivar a inclusão da energia térmica nos processos relacionados à eficiência energética industrial. O engenheiro destaca que esse será um dos grandes legados do Aliança e que isso certamente contribuirá para aumento da competitividade da indústria nacional. “De fato, é uma quebra de paradigma o Procel trabalhar com o conceito mais amplo de energia, não se limitando à elétrica. Estudos realizados pela própria Eletrobras (Procel) em conjunto com a CNI já tinham identificado que a energia térmica, além de ser a responsável pelo maior consumo de energia, também apresenta o maior potencial em termos de economia de energia. Devo ressaltar, contudo, que a atuação histórica do Procel em sistemas motrizes industriais continua válida, uma vez que, em termos de energia elétrica, os sistemas motrizes são responsáveis tanto pelo maior consumo, quanto possuem o maior potencial. Nestes termos, a nossa ferramenta Measur está bem alinhada. Possui dois módulos para o nosso clássico sistema motriz (bombas e ventiladores) e dois na parte térmica (vapor e processos de aquecimento) ”, explica.

Samuel conclui afirmando que a chegada dessa versão do Measur é a consagração do Programa Aliança. Para ele, juntamente com os produtos disponibilizados no mês de agosto (Plataforma Online e Aplicativo), a ferramenta coloca de vez a eficiência energética na agenda estratégica da indústria nacional. “O Programa Aliança proporcionou a aproximação da universidade com a indústria, gerou empregos, aumentou a competitividade, trouxe inovação. É a construção da história e de uma cultura da eficiência energética”, finaliza.
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas